4 Mangás super-recomendáveis (romance)

domingo, 21 de agosto de 2016
Olá, hoje vamos falar de Mangás, mas você sabe o que é um mangá?                           
Mangá é a palavra usada para designar história em quadrinhos desenhada, feita no estilo japonês. No Japão, o termo designa quaisquer histórias em quadrinhos, contendo assim como cinema e animes vários gêneros. Vários mangás dão origem a animes para exibição, mas também há o processo inverso em que os animes tornam-se uma edição impressa de história em sequência ou de ilustrações.  É importante ressaltar que mangás são lidos seguindo uma ordem inversa a nossa, da direita pra esquerda, mas não se confunda não são as palavras só os quadrinhos.

Agora as indicações:

Itazura na Kiss

Escritor(a): Kaoru Tada
Gênero: comédia romântica, shoujo.
Ano: 1991
Editora: shueisha
Sinopse: Kotoko Aihara é uma estudante do ensino médio que finalmente decide confessar o amor que sente por Naoki Irie desde a primeira vez que o viu. No entanto, Naoki, que é inteligente e bom nos esportes, ao contrário dela, rejeita a declaração. O destino intervém quando um leve terremoto destrói a casa de Kotoko e de seu pai e, sem lugar para ficarem, os dois aceitam o convite para morarem na casa do amigo de infância do pai de Kotoko até a casa ser construída de novo. Ao chegar no seu lar temporário, Kotoko se surpreende ao descobrir que um dos filhos dos donos da casa é Naoki Irie.
Já falei aqui antes sobre os 2 doramas que foram baseados nesse anime, e ressalto que após ver o anime e os doramas ainda gosto muito dessa história porque é muito engraçada, e como o mangá é a história original que foi escrita por Kaoru  Tada eu não poderia deixar de falar sobre ele aqui.  Infelizmente a  mangaká morreu antes de finalizar sua obra mas nos deixou uma história incrível e muito bem humorada.  Itazura na Kiss é um típico clichê adolescente a garota que É apaixonada pelo garoto inteligente, cruel e popular que não gosta dela, mas o que o torna diferente dos outros clichês são seus personagens muito controversos, eu poderia passar horas falando sobre cada um deles, mas acho que nem você nem eu temos tanto tempo assim.

360º material

Escritor(a): Touka Minami
Editora: shueisha
Gênero: Vida Escolar, Shoujo, Romance.
Ano: 2010
Sinopse: Taki é o cara mais legal e o ainda estranho da sala de Mio. Ela o encontra na estação de metrô após a escola e o salva depois que ele quase é empurrado para os trilhos. No dia seguinte, ele retribui o favor a salvando de um carro. E isso marca o início do amor de Mio. Isso dará certo?  
Depois que li esse mangá nunca mais consegui olhar para o céu sem lembrar do Taki *risos*. 360º material é muito bonitinho o Taki é totalmente apaixonante fofinho e distraído e da mesma forma a Mio também, o amor entre eles não é algo que “buhm me apaixonei” é mais pra um relacionamento progressivo com uma amizade muito bonita. Adorei o desenho dos personagens é muito bonito e delicado a capa é igualmente muito linda com um bom uso das cores que transmite toda a pureza do mangá.

Aoharaido

Escritor(a): Io Sakisaka
Editora: shueisha
Gênero: Vida escolar, shoujo, drama.
Ano: 2011
Sinopse: Yoshioka Futaba tem uma boa aparência, mas sua timidez a tornava muito fofa perante os meninos, sendo  por isso isolada pelas meninas no ensino fundamental, além disso, um mal-entendido e problemas familiares a impediram de se confessar ao garoto que gostava, Tanaka-kun.  Agora no colegial ela resolveu se esforçar para ser menos feminina, para fazer novas amigas, até então tem funcionado, mas a aparição de um misterioso aluno pode mudar isso.   
É tão bom que eu nem tenho o que falar, já faz um certo tempo que eu li mas lembro que só tinham lançado até o 8º volume até o capítulo 30 e eu fiquei louca procurando o 9º volume *risos*. Vou resumir tudo com é meu mangá favorito e não sei nem citar se o que mais gosto é a história ou os personagens.  Lançaram até um anime chamado Ao Haru Ride que é bom e fiel ao mangá, mas tenho que dizer que é muito melhor ler o mangá porque ele  é mais completo que o anime.

Orange

Escritor(a): Ichigo Takano
Editora: shueisha
Gênero: Vida escolar, shoujo, slice of life.
Ano: 2012-2015
Sinopse: Certo dia, Naho recebe uma carta de si mesma de dez anos no futuro. Quando Naho a lê, a carta recita exatamente os acontecimentos do dia, incluindo a transferência de um novo aluno em sua classe, chamado Naruse Kakeru. A Naho de dez anos mais tarde, repetidamente afirma que ela tem muitos arrependimentos e não quer que a Naho do passado os repita, A par disso, Naho decide seguir as instruções recebidas do futuro será que isso acabará bem?  
Como é um mangá recente faz pouco tempo que li, e no mesmo tempo em que acabei de ler lançaram o anime que também estou acompanhando.  É uma história brilhante que passa a mensagem de que devemos aproveitar e amar enquanto é tempo, pois amanhã quem amamos pode não estar mais aqui, pelo menos eu vejo como uma mensagem (kkk). É muito tocante toda a amizade nascendo e depois mostrando como certas atitudes do passado influenciaram muito no futuro deles, porque diferente do que pensamos no começo não é só a Naho que tem arrependimentos.  Amei muito, tanto que se tornou meu segundo mangá favorito depois de Aoharaido. O anime é muito fiel ao mangá (pelo menos no que eu já vi até agora) vale muito apena ver também. 
OBS: todos eles fazem parte da minha lista de favoritos com 5♥, por isso não coloquei "avaliação".
Muito obrigada por ler .

Nenhum comentário

Postar um comentário

 
Desenvolvido por Michelly Melo.