Resenha: O Código Da Vinci

domingo, 14 de agosto de 2016

Livro: O Código Da Vinci 

Autor: Dan Brown

Editora: Sextante

Avaliação: ❤❤❤❤❤


Autor:

 O escritor norte-americano Dan Brown nasceu em 1965 em New Hampshire, nos Estados Unidos da América, sendo filho de um professor de Matemática e de uma intérprete de música sacra. 

Mudou-se para Los Angeles onde tentou fazer carreira como compositor, pianista e cantor. No entanto, este plano de vida fracassou e Dan Brown acabou por ir estudar história da arte em Sevilha na Espanha. Escreveu o livro 187 Men to Avoid: A Guide for the Romantically Frustrated Woman.

Em 1993 regressou a New Hampshire. Passados dois anos, os serviços secretos norte-americanos foram à sua escola buscar um aluno que consideravam uma ameaça nacional por ter escrito, na Internet, que era capaz de matar o presidente Bil Clinton. 

Dan Brown ficou tão interessado no assunto que começou a fazer pesquisas sobre a Agência Nacional de Segurança. Acabou por resultar desse interesse a escrita do seu primeiro romance Digital Fortress, que foi lançado em 1996 com algum sucesso.


Sinopse:

Um assassinato dentro do Museu do Louvre, em Paris, traz à tona uma sinistra conspiração para revelar um segredo que foi protegido por uma sociedade secreta desde os tempos de Jesus Cristo. 

A vítima é o respeitado curador do museu, Jacques Saunière, um dos líderes dessa antiga fraternidade, o Priorado de Sião, que já teve como membros Leonardo da Vinci, Victor Hugo e Isaac Newton.

 Momentos antes de morrer, Saunière consegue deixar uma mensagem cifrada na cena do crime que apenas sua neta, a criptógrafa francesa Sophie Neveu, e Robert Langdon, um famoso simbologista de Harvard, podem desvendar. 

Os dois transformam-se em suspeitos e em detetives enquanto percorrem as ruas de Paris e de Londres tentando decifrar um intricado quebra-cabeças que pode lhes revelar um segredo milenar que envolve a Igreja Católica. 



Minha Opinião:

Eu adorei esse livro, ele sai um pouco do que eu estou acostumada (romance água com açucar) e trás em sua história algo novo, que muda minha opinião sobre coisas que eu acredito. 

A escrita do autor é involvente e quando começamos a ler é quase impossível parar, pois a curiosidade para desvendar o mistério se torna tão grande, que parar de ler não é uma opção. O autor é minuncioso e isso foi me deixando louca, pois em alguns momentos eu tive que parar.

Os personagens foram muito bem estruturados, todos com sua história particular mas que acabava tendo um certo vínculo com os personagens principais.

Esse é um livro que ele remete bastante para o lado dos detetives, porém com certo suspense pelo fato dos personagens estarem sendo procurados como fugitivos, tem partes em que todos viram suspeitos, até os polícias.

E o final é incrível o autor mais uma vezes como em todo o livro nos surpreende trazendo algo que é usado no início uma dúvida, que vira realidade, só que a maneira como o autor expressa essa cena me deixou de boca aberta.

Eu recomendo muito esse livro, o autor foi extremamente o mesmo do início ao fim, ele não começou de jeito detalhista e apresou o final ( odeio quando fazem isso).

E gente, a história que ele traz, vai desfiar o que acreditamos, afinal grande parte das pessoas acredita que Jesus Cristo, era um homem sem pecados da carne. ( Fica no ar esse pequeno mistério.)
Mas o autor nos traz evidências que nos fazem questionar isso.

Esse livro é incrível, a escrita é ótima, tem um enredo cativante, tem tudo que um livro precisa ter.




Nenhum comentário

Postar um comentário

 
Desenvolvido por Michelly Melo.