Resenha: Todo Dia

terça-feira, 2 de agosto de 2016



Livro: Todo Dia.

Autor: David Levithan

Editora: Galera Record

Avaliação:❤❤❤❤❤.



Autor:

David Levithan (nascido em 07 de setembro de 1972 em Short Hills, Nova Jersey) é um editor de ficção jovem americano adulto e autor premiado.

Ele teve seu primeiro livro, Boy Meets Boy, publicado em 2003. Ele tem escrito inúmeras obras com personagens gays do sexo masculino, principalmente Boy Meets Boy e Nick and Norah's Infinite Playlist.

Aos 19 anos, Levithan recebeu um estágio na Scholastic Corporation, onde começou a trabalhar na série The Baby-sitters Club. Dezessete anos depois, Levithan ainda está trabalhando para Scholastic como diretor editorial. Levithan é também o editor-fundador do PUSH, uma marca jovem-adulto da Scholastic Press enfocando novas vozes e novos autores.




Sinopse:

  Neste novo romance, David Levithan leva a criatividade a outro patamar.

Seu protagonista, A, acorda todo dia em um corpo diferente. Não importa o lugar, o gênero ou a personalidade, A precisa se adaptar ao novo corpo, mesmo que só por um dia.

 Depois de 16 anos vivendo assim, A já aprendeu a seguir as próprias regras: nunca interferir, nem se envolver. Até que uma manhã acorda no corpo de Justin e conhece sua namorada, Rhiannon.

A partir desse momento, todas as suas prioridades mudam, e, conforme se envolvem mais, lutando para se reencontrar a cada 24 horas, A e Rhiannon precisam questionar tudo em nome do amor.



Minha Opinião:

Eu amei esse livro. Ele é cativante, dês do início, a narrativa do autor é surpreendente ele nos deixa curiosos, nos faz devorar o livro.

Acho que o que eu mais gostei, não foi o romance, mas sim o personagem se adotando a cada corpo. Sem preconceito, se ele acordava num corpo de "gay"ele ele respeitava e era incrível sentir o que ele sentia vivendo aquilo. Porque é isso que a narrativa desse autor nos proporciona, sentir o que o personagem sente numa forma tão intensa que parece que somos nos que estamos no livro.

O amor que ele sentia pela Rhiannon era algo tão puro e ver o amor dela nascer por ele é lindo, apesar dela não amar ele em todos os corpos. O amor dele por ela não era algo egoísta. (Meu Deus eu quase dando spoiler aqui.)

Gente, esse foi um livro que me ensinou que amor consegue ultrapassar barreiras. Que não importa sua opção sexual e sim o amor que você tem para dar.

Bom... Eu sou manteiga derretida, qualquer coisa já choro. Mas o fim desse livro foi incrível. Eu tinha imaginado várias coisas para o final mais nunca o que realmente aconteceu o autor me surpreendeu.

Eu recomendo esse livro, leiam, falem para os amigos lerem, assim as pessoas saberiam o quanto esse livro muda alguns pensamentos sobre vários assuntos.

Talvez vocês não tirem do livro as mesmas lições que eu tirei, afinal cada um tem seu gosto, suas ideias mas eu acho quase impossível vocês não conseguirem absorver nada. É um livro cheio de lições.




4 comentários

  1. Oi! Já tinha ouvido falar desse livro e agora você me deixou com mais vontade de lê-lo. <3
    Beijos!

    http://nomundodaka.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom 😍, lê mesmo, é muito bom ❤

      Excluir
  2. Boa noite. Ótimo post. Ainda não conhecia o livro. Achei muito interessante. Vou colocar na minha lista. Beijinhos

    http://lereaminhavida.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, Acho que vc vai adorar quando ler😄😄

      Excluir

 
Desenvolvido por Michelly Melo.