Resenha do livro: Perdida

terça-feira, 27 de setembro de 2016
  Oi amores, meu nome é Vanessa Rodrigues, tenho 18 anos, e sou uma das mais novas colunista do blog.

  Minhas resenhas são um pouco diferentes, espero que gostem.

  Hoje vamos falar de um livro que sou apaixonada, ao qual já li várias vezes, estou falando do primeiro livro da série Perdida, que leva o mesmo título da série.


                    Livro: Perdida
                    Autora: Carina Rissi
                    Editora: Verus


 Sinopse: Sofia vive em uma metrópole e está acostumada com a modernidade e facilidades que ela lhe proporciona. Ela é independente e tem pavor a menção da palavra casamento. Os únicos romances em sua vida são os que os livros lhe proporcionam. Mas tudo isso muda depois dela se vê em uma complicada condição. Após comprar um novo aparelho celular, algo misterioso acontece e Sofia descobre que está perdida no século XIX, sem ter a mínima ideia de como voltará. Ela é acolhida pela família Clarke, enquanto tenta desesperadamente voltar para casa. Com a ajuda do prestativo Ian, Sofia embarca numa procura as cegas e acaba encontrando algumas pistas que talvez podem levá-la de volta para casa. O que ela não sabia era que sei coração tinha outros planos...
           Fonte: Editora Verus


  Amo esse livro, além da autora ser brasileira (O que faz ela ganhar vários pontos extras comigo), a escrita dela é maravilhosa. O livro é um romance doce, mas, doce na medida certa! 

  Sofia é uma jovem independente de 24 anos, acomodada pelas facilidades de todas as tecnologias do século XXI. Mas, tudo mudou depois que seu celular caiu na privada do banheiro de um bar. No dia seguinte, Sofia ainda de ressaca da noite anterior comprou um novo celular, em uma loja estranha, com uma atendente mais estranha ainda. O que aconteceu em seguida foi algo que me ganhou completamente, o celular levou Sofia ao ano de 1850, século XIX. E é aí, que o inteligente, encantado e lindo Ian Clarke entra na história com sua frequente frase que me fez suspirar cada vez que ele dizia a Sofia, "Teria um imenso prazer em lhe ser útil". Tudo acontece rápido, e Sofia aos poucos foi se sentindo menos perdida, depois de inúmeras confusões e amores, Sofia consegue voltar ao seu século, século XXI. Mas, ela já não pertence à esse século, e tudo o que ela mais quer é retornar ao seu verdadeiro lugar, ao seu verdadeiro amor, Ian Clarke. E depois de mais confusões, ela consegue voltar para onde ela deveria está desde do início, ao lado de Ian (Graças a Deus). 

O livro é cheio de emoções deliciosas, o que faz com que você não largue ele nem por um segundo. 

Ele me fez pensar que não importa o que nos impede, no final, sempre encontraremos o nosso lugar. Um lugar onde tudo fará sentido, um lugar onde podemos ser nós mesmos, e principalmente, um lugar onde descobrimos quem realmente somos. 

Então é isso, amores.
Beijos, até a próxima. 

Nenhum comentário

Postar um comentário

 
Desenvolvido por Michelly Melo.