Resenha do livro: The Kiss of Deception

sexta-feira, 7 de outubro de 2016
Olá queridos leitores e leitoras do nossa vida em série, mais uma resenha quentinha pra vocês. Espero que gostem.


Livro: The kiss of Deception; livro 1 da série "Crônicas de Amor e Ódio" 
Autor(a): Mary E. Pearson    
Ano: 2016 
Editora: DarkSide  Books
Páginas: 406
Avaliação: 8/10

Arabella Celestine Idris Jezelia Primeira Filha da casa de Morrighan ou simplesmente Lia como gosta de ser chamada, não consegue entender como seus pais podem colocar sua filha em um casamento arranjado para supostamente selar um acordo de paz entre dois reinos, Morrighan e Dalbreck. Em meio a esse casamento que ela definitivamente não deseja, surge uma chance perigosa mas tentadora de fuga que é claro Lia não desperdiça, e foge do reino indo parar em Terravin cidade natal de sua amiga Pauline, que a acompanha. Lia é muito destemida e audaz, durante seu trajeto até Terravin ela se mostra muito esperta sempre deixando falsas pistas pelo caminho, e demonstra conhecimentos que não são muito típicos de uma princesa.                
      O príncipe com quem eventualmente se casaria se vê "curioso" para saber quem é essa menina que mete o nariz entre dois reinos e faz o que deseja? Então ele parte à sua procura. Mas essa se torna também a missão de um temido assassino.
      Logo que chega a Terravin nossa princesa de apenas 17 anos procura simplesmente viver uma vida normal sendo uma garota comum, sendo apenas Lia, sem ser forçada a casamentos arranjados e todas as coisas das quais era forçada em sua vida real. Agora ela é uma garçonete na taverna de Berdi, uma mulher que cuidou de Pauline quando ela era criança, Berdi se torna uma figura materna para Lia. Após  alguns dias de sua chegada e adaptação ao saudosa Terravin,  dois homens aparecem na taverna, deixando-a  um pouco intrigada sobre eles já que aparentam ser diferentes de qualquer um na cidade, o que ela não sabe (que obviamente você já deve ter sacado) é que um deles é o príncipe com quem ela iria se casar e o outro um assassino mandado para mata-lá. Ambos procurando por ela, porém, eles também não sabem dos seus interesses  em comum (que estão procurando a mesma pessoa). Durante  algum tempo da leitura (no começo e meio) é difícil saber quem é o príncipe e quem é o assassino, descobri que isso funciona como uma dinâmica da autora e que não fui a única a errar a suposição de quem é quem, tive que reler todo o livro pra ver se eu tinha deixado escapar algo que revelasse isso.
Ao longo da história vemos muito amadurecimento em Lia enquanto ela se encontra perante a traições e segredos que vão lhe desvendar um novo mundo, quebrando alguns tabus criados pela sua vida como membro real e juntamente com as coisas ruins que ela terá que vivenciar à também as boas.
Caramba que livro bom!! Pra mim ele foi aqueles livros que você não consegue parar de ler depois que pega o ritmo, ao longo da leitura dele da para absorver uma grande dose de conhecimento, a autora invoca culturas do nosso mundo misturando-as com ficção incrivelmente bem trabalhada. E os detalhes que ela coloca sem ser exagerada, apenas ajudando a criar a imagem dos locais das vestimentas de toda aquela cultura ahhh.. que livro bom, quando eu terminei de ler fiquei desesperadamente querendo muito ler o The Heart of Betrayl. Enfim é um livro espetacular cheio de reviravoltas, sempre que você pensa que já sabe o que vai acontecer é surpreendido com alguma coisa nova e inesperada. 

Obrigada por ler s2.          

1 Comentário

 
Desenvolvido por Michelly Melo.