RESENHA: Rockfeller (Alexandre Apolca)

quarta-feira, 8 de março de 2017
      Oii amadinhos da May, Tudo bem com vocês? Espero que sim. Então, hoje a gente tem resenha de um livro bem diferente do normal aqui do blog, eu sou muito romance (risos), mas hoje a resenha é um pouco mais sombria. Obrigado Alexandre pela oportunidade de ler seu livro ;) .


 LIVRO: Rockfaller.
AUTOR: Alexandre Apolca.
EDITORA: Nova Paris.
PÁGINAS: 180.
ONDE COMPRAR: Amazon.
AVALIAÇÃO: ❤❤❤❤.

 O tempo é a estrada que nos trouxe para vida e que, um dia, nos levará para a morte. O tempo é o papel no qual deixamos nossas marcas e, se forem bem marcadas, nunca se apagarão. O tempo é a união de tudo que nossa mente produz, pensar é estar ligado ao tempo, é estar vivo. 

Sinopse:

  Beto Rockfeller, que possui uma leve versão da síndrome da mão alheia, sonha em fazer sucesso com sua banda de rock. Após ser preso injustamente em um protesto na Avenida Paulista, é liberado e orientado a deixar São Paulo. Ele e sua desconhecida banda — cujos integrantes são: Yakult, Gringo e Santiago dos Santos — decidem se mudar para a mística São Thomé das Letras, a Machu Picchu brasileira. É exatamente nessa aconchegante cidadezinha mineira que começa uma trama estonteante e dinâmica — repleta de aventuras, romances, crimes e mistérios. 

Rockfeller se envolve com Anita Andrade, a namorada de um dos seus amigos. Esse triângulo amoroso é surpreendido com a súbita aparição de uma terrível enfermidade. Ele, desconcertado, se vê diante de uma difícil decisão, que mexe brutalmente com seus princípios morais e o pior, Rock pagará caro por sua indigesta decisão, seja ela qual for. Além disso, é obrigado a conviver com seus fantasmas, desilusões e psicoses e ainda tem de se acostumar com um enigmático corvo que o persegue. 
No entanto, após muito tempo, Rockfeller consegue uma segunda chance de ser feliz no Rio de Janeiro, as suas desventuras e psicoses ressurgem, e isso pode levá-lo a uma irreparável situação em que nem tudo que se vê pode ser real...

Sempre quis fazer algo para me orgulhar por não ter vivido em vão. Mesmo que o mundo não soubesse, eu consegui!

Minha Opinião:

      Um livro totalmente diferente dos que eu estou acostumada, porém, me deixou totalmente vidrada, personagens cativantes, temas nem tão abordados pela sociedade.
     Booooom... Eu gostei da ideia do livro, dos acontecimentos que marcam, gostei da forma como o autor aponta as coisas tão naturalmente, que acaba nem parecendo terror, ele é um livro leve para o gênero.
       O personagem principal é tipo a pessoa mais sofredora do mundo, a vida dele é bem dizer destruída duas vez e a gente fica com um certo do dele.
    Os de mais personagens são divertidos, são amigos, é um dos aspectos mais interessantes do livro, o toque de humor que todos trazem ao livro.
        O final é totalmente inesperado, eu esperava outras coisa, tinha diversas teorias, mas nenhuma delas chegou perto do desfecho do livro, a forma como o autor escreveu o livro foi muito leve, ela escondia o verdadeiro segredo, vamos dizer assim.
     Pra quem nunca leu nada do gênero (assim como eu) é uma leitura incrível, não muito forte, mas incrível, a escrita do autor entra nesse universo mais obscuro, com gírias entre outras coisas, fazendo assim uma leitura dinâmica e muito gostosa de se ler.
     Eu não fiz resuminho dessa vez, pois a sinopse é muito detalhada, confesso que o final me surpreendeu, a escrita é incrível, mas essa sinopse entrega o livro quase inteiro. 
     

A idade só não chega para quem morre. Mas quando se ama de verdade, não há idade nem barreiras, pois os sentimentos falam mais alto do que a aparência física.



2 comentários

  1. Não sou muito de terror, mas gostei de saber que ele é leve para o genero, isso já me conquistou ainda mais com um final inesperado, gostei tambem da capa. ótima resenha.
    Bjss

    ResponderExcluir

 
Desenvolvido por Michelly Melo.