segunda-feira, 10 de abril de 2017
O Chamado 3 (ou Chamados,fica confuso saber qual deveria ser o certo)


filmes_755_chama.jpg


O Chamado é um filme de terror que voltou aos cinemas esse ano trazendo a tão assustadora Samara de volta a nossos pesadelos.
O primeiro filme (2002) conta a história de uma mulher que encontra uma fita cassete onde tem um vídeo amaldiçoado e quem assiste morre em sete dias. Com o desenvolver da história, vamos descobrindo mais sobre a fita, mais sobre a garota da fita e sobre toda a maldição escondida atrás dela. O segundo filme da franquia continua a história do primeiro filme, com mesmos personagens mas não conseguiu manter o nível do primeiro, eu achei o segundo meio confuso, tentando embutir uma história que está ali só pra faturar um pouco mais.
Aproximadamente onze anos depois, temos uma história nova e com um título que eu queria que continuasse Chamados, e não O Chamado 3, pois parece uma continuação, mas na verdade, é uma refilmagem, pois começa uma história totalmente do zero, criando uma nova mitologia sobre a Samara, é uma lenda por trás muito mais profunda do que a dos primeiros filmes, que contavam a história da menina que era maligna e que foi jogada no poço pela mãe adotiva por causa do medo que ela tinha da própria filha, e que depois passou (de algum jeito) sua maldição para fita que mata quem assiste em sete dias.
Nesse filme vemos a vida da Júlia e seu namorado que vai para a faculdade e desaparece por um tempo. Preocupada, ela vai até lá para descobrir o que aconteceu e acaba descobrindo uma espécie de “culto” que gira em torno do vídeo onde quem assistiu o vídeo, tem que mostrar para alguém para se livrar da maldição da Samara e consequentemente da morte. Depois de assistir ao vídeo para salvar seu amado, Júlia começa a ser atormentada por visões do vídeo que ela viu, e que mais ninguém havia visto pelo fato dela ser uma espécie de “escolhida pela Samara” e disso começa sua busca pela sobrevivência e para saber o que aconteceu com Samara no passado.
O filme consegue ser bom, não é aquele filme que vai ser considerado o melhor da franquia, mas consegue ser melhor que o segundo mas não chega nem perto de ser tão bom como o primeiro foi. O roteiro funciona bem, ele te convence do que aconteceu no passado, mas o problema é o que está acontecendo no presente que é aqueles clichês e filme de terror, de abrir uma porta macabra, ir para um cemitério e decidir investigar barulhos estranhos a noite, coisas clichês que já estão manjadas e que nao tem nada de inovador. Esse é o maior problema do filme, ele não consegue inovar em nenhum aspecto a não ser de dar uma nova cara pra franquia modernizando a trama e não inovando. é impossível ver esse filme sem comparar com o primeiro filme pelo fato da estrutura ser muito parecida: a mulher vê o vídeo, o telefone toca e ela vai em busca da sobrevivência, só que mesmo assim, algumas coisas ainda ficam diferentes e conseguem ser boas, mas mesmo assim, é impossível esquecer o primeiro pela sua qualidade e superioridade, tanto em atuação, roteiro, e eu me arrisco a dizer que o visual do primeiro é mais bonito, nesse filme o visual é bom, mas de novo, nada inovador.
Com cenas do trailer que não estão presentes no filme, eu fiquei um pouco desapontado quando saí do cinema por estar esperando algo mais assustador e uma trama mais desenvolvida com personagens um pouco mais convincentes. O filme é bom, mas não é tudo o que estão vendendo em trailers e coisas do tipo, é uma mistura de Premonição com uma pequena dose de O Chamado, mas assim, pequena mesmo.
O elenco faz uma atuação boa, nada além do padrão e do esperado para um filme que nem esse. Os efeitos visuais do filme são bons, eles conseguem passar uma imagem um pouco mais tenebrosa, a maquiagem do filme também assusta bastante em algumas cenas e é muito bem feita, tanto que a atriz que faz a personagem Samara ficava mais de seis horas e meia para ficar pronta e ficou muito bem feita, por mais em que ela apareça em poucas partes do filme, poucas mesmo.
Depois que eu saí do cinema, eu parei pra me perguntar por qual motivo esse filme foi feito, pois diferente de Pânico 4, que também trouxe um universo de volta, esse filme não acrescentou nada de diferente, apenas uma nova lenda da Samara, mas mesmo assim, é uma coisa que melhorou comparado com a história do primeiro filme que trazia uma lenda muito rasa, mas não era necessário. A minha impressão é de que esse filme só foi feito para ganhar mais dinheiro e para mostrar a Samara viralizando na internet, só. Tem uma reviravolta ali no final do filme, mas não é o que o público esperava, devido a divulgação do filme. Por mais que eu tenha gostado do filme, das reviravoltas, das revelações que ele faz, não era preciso fazer esse filme e se era para recontar a história da Samara, poderia ter feito algo mais inovador do que isso.

Nenhum comentário

Postar um comentário

 
Desenvolvido por Michelly Melo.