Resenha: Querida Sue

quinta-feira, 30 de junho de 2016 3 comentários


Oii gente, minha primeira resenha nessa nova fase do blog. Espero que gostem.




Sinopse:

Março de 1912: Elspeth Dunn, uma poetisa de 24 anos, nunca viu o mundo além de sua casa na remota Ilha de Skye, na Escócia. Por isso fica empolgada ao receber a primeira carta de um fã, David Graham, um estudante universitário da distante América.

Os dois começam a trocar correspondências – compartilhando os segredos mais íntimos, os maiores desejos e os livros favoritos – e fazem florescer uma amizade.

Porém a Primeira Guerra Mundial toma a Europa e David se oferece como voluntário, deixando Elspeth em Skye com nada além de esperanças de que ele sobreviva.

Junho de 1940: É o início da Segunda Guerra Mundial e Margaret, filha de Elspeth, está apaixonada por um piloto da Força Aérea.

Então, durante um bombardeio, uma parede de sua casa é destruída e, de dentro dela, surgem cartas amareladas pelo tempo.

No dia seguinte, Elspeth parte, deixando para trás apenas uma carta datada de 1915. Com essa única pista em mãos, a jovem decide ir em busca da mãe e, nessa trajetória, também precisará descobrir o que aconteceu à família muitos antes.


                      Minha opinião

Foi um livro muito bem escrito a autora foi super criativa.
No final uns 3 ou 4 capítulos antes de acabar  você já começa ( aiii, meu Deus o que vai acontece?Ai você começa a chora porque a história está indo para um fim muito triste... Até briga mentalmente com a autora). É um turbilhão de emoções em um só livro.

Sabe aquela coisa de vocês entrar em conflito com você mesmo? Foi assim que me senti em determinadas partes, não sabia se torcia contra ou a favor, porque aquilo estava errado, não é algo que pessoas de respeito façam. Mas mesmo assim você torce para dar certo.

Eu achei muito genial como a autora mesmo por cartas revela todos os sentimentos por trás daquilo. Cada palavra de amor você consegue sentir a real ternura por trás delas.

Confesso que apesar de ter amado o livro, ter achado super prendente, eu não gostei muito das partes narradas pela filha da Elspheth. Não achei o romance que a envolvia tão genial quanto o qual envolvia sua mãe.
Vale lembrar que não era mesmo pra focar nisso, eu sei. Então por que vocês esta batendo nessa tecla Maiara?
Porque se a autora tivesse usado isso séria ainda mais genial e eu torço por uma continuação estou na fase: quero ler tudo dessa autora. Kk

Eu cheguei a um ponto de amar o livro como um todo. Porque ele me ensinou que se o amor é verdadeiro podem se passar décadas mais no fim ele sempre vai vencer.

Os personagens são geniais. Esse mocinho meio atrapalhado meio crianção ainda e essa mocinha que apesar de não muito mais velha tão centrada na vida, é muito instigante o drama envolvendo a sua família e o modo como ela lida com tal coisa, nós surpreende ela luta pelo que ela quer é independente, apesar de se submeter a algumas situações que deixam dúvidas que ela é tudo isso.

Os personagens secundários também, cada qual com sua história entrelaçada.
Como cada personagem acabou, nós emociona de um jeito muito único, começamos a torcer pela felicidade de todos, para que seus amores tenham dado certo. também, como a autora vai nos revelando o que aconteceu fazendo um certo mistério isso nós faz querer mais e mais ler o livro.

A escrita da autora me encantou, ela expressa a alma dos seus personagens, você sente tudo aquilo tão intensamente que acaba chorando junto, amando junto, vivendo a vida daquele personagem de um jeito que poucos autores conseguem fazer trabalhando com cartas, emails, twitters coisas desse gênero. Mais a autora sabe como fazer a gente viver realmente o livro.

Eu super recomendo para esse livro para todos. Para todas as idades, ele é bem envolvente então a gente acaba lendo ele em pouco tempo e depois fica se culpando por ter lido muito rápido.

Aquele momento de dar estrelinhas para o livro, será que ainda tem alguma dúvida de quantas vou dar?

Lógico que são 5 ⭐⭐⭐⭐⭐










Maratona Literária de Inverno

terça-feira, 28 de junho de 2016 4 comentários
Oii gente, olha eu aqui de novo! Eu sei que fiquei um logo tempo sem aparecer e que agora o blog esta zerado novamente. Muita coisa aconteceu, entre outras várias coisas foi que uma grande amiga minha resolveu participar comigo então podem esperar muita coisa divertada e criativa dessa nova fase do blog.

Mas vamos ao que interessa, para quem não sabe ainda, no dia 03/07 a meia noite começa a maratona literária, que vai durar um mês. Um mês dedicado a incentivar para lermos mais, vão ter as semanas temáticas para incentivar a leitura de gêneros diferentes.

A maratona foi criada pelo canal do Greek Frgak, eu vou deixar o link para quem quiser conferir o vídeo e se inscrever para participar de sorteios e outras coisas, que ele criou.
https://youtu.be/U0FnfGYK07A

Agora vamos ao que está todo mundo falando, que é o que vou ler na maratona desse ano. (Não estam falando do que eu vou ler, mais cada booktuber e blogueiro, isso fico muito estranho kkk.)

Eu escolhi 8 livros, seguindo as temáticas propostas. E conforme eu for lendo vou tentar fazer resenhas para vocês.

        Semana: Livros encalhados



Lola e o garoto da casa ao lado
Stephanie Perkins

A designer-revelação Lola Nolan não acredita em moda, ela acredita em trajes. Quanto mais expressiva for a roupa – mais brilhante, mais divertida, mais selvagem – melhor.

  Mas apesar de o estilo de Lola ser ultrajante, ela é uma filha e amiga dedicada com grandes planos para o futuro.
E tudo está muito perfeito (até mesmo com seu namorado roqueiro) até os gêmeos Bell, Calliope e Cricket, voltarem ao seu bairro.

  Quando Cricket – um inventor habilidoso – sai da sombra de sua irmã gêmea e volta para a vida de Lola, ela finalmente precisa conciliar uma vida de sentimentos pelo garoto da porta ao lado.



Uma Curva no Tempo
Dani Atkins

A noite do acidente mudou tudo… Agora, cinco anos depois, a vida de Rachel está desmoronando.

Ela mora sozinha em Londres, num apartamento minúsculo, tem um emprego sem nenhuma perspectiva e vive culpada pela morte de seu melhor amigo.

Ela daria tudo para voltar no tempo. Mas a vida não funciona assim… Ou funciona?

A noite do acidente foi uma grande sorte… Agora, cinco anos depois, a vida de Rachel é perfeita. Ela tem um noivo maravilhoso, pai e amigos adoráveis e a carreira com que sempre sonhou.

Mas por que será que ela não consegue afastar as lembranças de uma vida muito diferente?

         2° Semana: Livros Hype



A Lista Negra
Jennifer Brown

E se você desejasse a morte de uma pessoa e isso acontecesse? E se o assassino fosse alguém que você ama? O namorado de Valerie Leftman, Nick Levil, abriu fogo contra vários alunos na cantina da escola em que estudavam.

Atingida ao tentar detê-lo, Valerie também acaba salvando a vida de uma colega que a maltratava, mas é responsabilizada pela tragédia por causa da lista que ajudou a criar.

A lista com o nome dos estudantes que praticavam bullying contra os dois. A lista que ele usou para escolher seus alvos.

Agora, ainda se recuperando do ferimento e do trauma, Val é forçada a enfrentar uma dura realidade ao voltar para a escola para terminar o Ensino Médio. Assombrada pela lembrança do namorado, que ainda ama, passando por problemas de relacionamento com a família, com os ex-amigos e a garota a quem salvou.

Val deve enfrentar seus fantasmas e encontrar seu papel nessa história em que todos são, ao mesmo tempo, responsáveis e vítimas.



A Seleção
Kiera Cass

Para trinta e cinco garotas, a “Seleção” é a chance de uma vida. Num futuro em que os Estados Unidos deram lugar ao Estado Americano da China e mais recentemente a Illéa, um país jovem com uma sociedade dividida em castas, a competição que reúne moças de dezesseis e vinte anos de todas as partes para decidir quem se casará com o príncipe é a oportunidade de escapar de uma realidade imposta a elas ainda no berço.

É a chance de ser alçada de um mundo de possibilidades reduzidas para um mundo de vestidos deslumbrantes e joias valiosas. De morar em um palácio, conquistar o coração do belo príncipe Maxon e um dia ser a rainha.

Para America Singer, no entanto, uma artista da casta Cinco, estar entre as Selecionadas é um pesadelo. Significa deixar para trás Aspen, o rapaz que realmente ama e que está uma casta abaixo dela. Significa abandonar sua família e seu lar para entrar em uma disputa ferrenha por uma coroa que ela não quer. E viver em um palácio sob a ameaça constante de ataques rebeldes.

             Semana: Livros que se passem em outros mundos



The Kiss of Deception
Mary E. Pearson

Tudo parecia perfeito, um verdadeiro conto de fadas menos para a protagonista dessa história.

Morrighan é um reino imerso em tradições, histórias e deveres, e a Primeira Filha da Casa Real, uma garota de 17 anos chamada Lia, decidiu fugir de um casamento arranjado que supostamente selaria a paz entre dois reinos através de uma aliança política.

O jovem príncipe escolhido se vê então obrigado a atravessar o continente para encontrá-la a qualquer custo. Mas essa se torna também a missão de um temido assassino. Quem a encontrará primeiro?

Quando se vê refugiada em um pequeno vilarejo distante o lugar perfeito para recomeçar ela procura ser uma pessoa comum, se estabelecendo como garçonete, e escondendo sua vida de realeza.

O que Lia não sabe, ao conhecer dois misteriosos rapazes recém-chegados ao vilarejo, é que um deles é o príncipe que fora abandonado e está desesperadamente à sua procura, e o outro, um assassino frio e sedutor enviado para dar um fim à sua breve vida.

Lia se encontrará perante traições e segredos que vão desvendar um novo mundo ao seu redor.



Brilho
Amy Kathleen Ryan

Mais fascinante trilogia desde Jogos Vorazes. A Terra não existe mais, e em duas naves que procuram um novo mundo no espaço, uma menina de 15 anos precisa casar e engravidar para garantir a sobrevivência da humanidade.

Enquanto isso, uma sucessão de acontecimentos eletrizantes torna a jornada pelo espaço algo absolutamente imprevisto.

Temas como religião, a escolha da mulher e a ideia de poder e dominação vão aparecendo muito suavemente articulados ao longo da trama, amarrando o leitor com surpresas e reviravoltas estonteantes.

       4° Semana: Livros que falem de diversidade



Todo Dia
David Levithan

Neste novo romance, David Levithan leva a criatividade a outro patamar.

Seu protagonista, A, acorda todo dia em um corpo diferente. Não importa o lugar, o gênero ou a personalidade, A precisa se adaptar ao novo corpo, mesmo que só por um dia.

Depois de 16 anos vivendo assim, A já aprendeu a seguir as próprias regras: nunca interferir, nem se envolver.

Até que uma manhã acorda no corpo de Justin e conhece sua namorada, Rhiannon. A partir desse momento, todas as suas prioridades mudam, e, conforme se envolvem mais, lutando para se reencontrar a cada 24 horas, A e Rhiannon precisam questionar tudo em nome do amor.



Uma História de Amor e TOC
Corey Ann Haydu

Bea foi diagnosticada com transtorno obsessivo-compulsivo. De uns tempos pra cá, desenvolveu algumas manias que podem se tornar bem graves quando se trata de… garotos!

Ela jura que está melhorando, que está tudo sob controle. Até começar a se apaixonar por Beck, um menino que também tem TOC.

Enquanto ele lava as mãos oito vezes depois de beijá-la, ela persegue outro cara nos intervalos dos encontros. Mas eles sabem que são a única esperança um do outro.

Afinal, se existem tantos casais complicados por aí, por que as coisas não dariam certo para um casal obsessivo-compulsivo? No fundo, esta é só mais uma história de amor… e TOC.

Posted via Blogaway

 
Desenvolvido por Michelly Melo.